Subscribe:

Pages

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

CADERNOS INFORMATIVOS SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO





Conhece os cadernos informativos da ACT que se encontram traduzidos em várias línguas?

Os temas destes cadernos são:


PRINCIPAIS RISCOS PROFISSIONAIS NO SECTOR DA CONSTRUÇÃO

RISCOS PROFISSIONAIS ASSOCIADOS AO CONTACTO COM A CORRENTE ELÉCTRICA

RISCOS PROFISSIONAIS ASSOCIADOS À UTILIZAÇÃO DE SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS

PRINCIPAIS RISCOS PROFISSIONAIS NO SECTOR AGRÍCOLA E FLORESTAL

PRINCIPAIS RISCOS PROFISSIONAIS ASSOCIADOS Á MOVIMENTAÇÃO
MANUAL DE CARGAS


Aceda aos materiais aqui.


quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Quando o lugar da cura também causa danos: riscos e acidentes de trabalho num hospital de Lisboa



Divulgamos no nosso Blog mais um interessante artigo da autoria de João Areosa.


Resumo:

“ A análise dos acidentes de trabalho permite criar estratégias de prevenção para este tipo de eventos, dado que possibilita a melhoria das condições de trabalho dos profissionais e, por consequência, a melhoria na prestação de cuidados aos doentes. O presente estudo, realizado numa instituição hospitalar de Lisboa, teve como objetivo fazer a caracterização e análise dos acidentes de trabalho ocorridos com profissionais de saúde.

A recolha de dados foi feita a partir da informação presente nos questionários epidemiológicos de caracterização dos acidentes de trabalho aplicados no Serviço de Saúde Ocupacional do hospital pesquisado. Estes dados foram editados em programa estatístico SPSS e usou-se a estatística descritiva na sua análise.

 Verificou-se que os enfermeiros são a classe profissional que regista maior número de acidentes, sendo os profissionais que desempenham funções há mais de 10 anos o grupo com maior incidência. Os acidentes de trabalho com profissionais de saúde ocorrem mais frequentemente nos serviços de internamento, durante a manhã, nomeadamente no período entre as 8 horas e as 12 horas. Os traumatismos são o tipo de acidente mais frequente, seguido das picadas de agulha.

Dentro dos traumatismos, as lombalgias são o tipo de lesão mais recorrente, principalmente entre assistentes operacionais e enfermeiros.”

Aceda ao artigo Aqui.




terça-feira, 1 de agosto de 2017

Sofro de bulling no meu local de trabalho. Posso despedir-me com justa causa?






A prática de assédio moral (onde se insere, também, o conceito de “Bullying”) é proibida pelo Código do Trabalho - art.º 29.º constituindo contraordenação laboral muito grave.

Poderá consultar um guia disponível no Site da ACT para melhor identificar as situações que ocorrem no seu local de trabalho e verificar a correspondência às situações que alega em:

O trabalhador vítima de assédio poderá, se assim o entender, apresentar denúncia à Autoridade para as Condições do Trabalho através do formulário disponível para o efeito em:

Constitui justa causa de resolução do contrato pelo trabalhador o comportamento culposo do empregador que pela gravidade e consequências, torne imediata e praticamente impossível a subsistência da relação de trabalho nomeadamente ofensa à integridade física ou moral, liberdade, honra ou dignidade do trabalhador, punível por lei, praticada pelo empregador ou seu representante (art.º 394.º do Código do Trabalho n.º 2 al. f) e n.º 4).

O trabalhador deve comunicar a resolução do contrato ao empregador, por escrito, com indicação sucinta dos factos que a justificam, nos 30 dias subsequentes ao conhecimento dos factos.

 Fonte: ACT


Tecnologia de monitorização no local de trabalho


Nos últimos anos, as tecnologias de monitorização tornaram-se muito mais acessível ao grande público. Por exemplo, os telemóveis inteligentes ajudar-nos a saber onde estamos e os relógios de desporto podem informar-nos sobre a intensidade da nossa atividade física.
Deverão estas tecnologias ser usadas, em maior medida, no local de trabalho, de forma que a entidade patronal possa, por exemplo, monitorizar a saúde dos empregados, ou constitui tal uso uma violação aos direitos dos trabalhadores? E se forem os trabalhadores a monitorizar a sua própria saúde ou padrões de stresse?
Saiba mais sobre as vantagens e desvantagens da tecnologia de monitorização neste artigo especializado.

Aceda à publicação Aqui.




segunda-feira, 31 de julho de 2017

Fatores e riscos psicossociais, formas, consequências, medidas e boas práticas



Publicação do Instituto Nacional de Higiene e Segurança no Trabalho - Espanha






O Instituto Nacional de Higiene e Segurança no Trabalho publicou um interessante guia sobre os riscos psicossociais que divulgamos no nosso blog.

“ O estudo dos aspetos organizacionais e psicossociais e sua relação com a saúde ocupacional, não é novo, embora a importância e reconhecimento que ganhou nos últimos anos (EU-OSHA, 2002; Houdmont e Leka 2010, Leka e Houdmont de 2010;Naswall, Hellgren, Sverke, 2008).

Como resultado de grandes mudanças nas organizações e processos de globalização atual, a exposição a riscos psicossociais tornou-se mais frequentes e intensos, o que torna a identificação conveniente e necessária, avaliação e o controlo, a fim de evitar os riscos associados ao saúde e segurança no trabalho (EU-OSHA, 2007).

A importância dos fatores psicossociais para a saúde dos trabalhadores tem sido cada vez mais reconhecida de forma mais ampla, o que significou um aumento e aprofundamento do assunto. O início formal de preocupação para fatores psicossociais e sua relação com a saúde ocupacional, provavelmente, vem da década de 1970, data a partir da qual a referência a eles ea ênfase tem vindo a crescer, enquanto a questão ele ganhou amplitude, diversidade e complexidade, ambiguidade e imprecisão, mas.

Provavelmente hoje existem três formas predominantes:
1) Fatores psicossociais,
2) Fatores de risco psicossociais ou stressores psicossociais e
3) Os riscos psicossociais.”


Aceda ao Guia Aqui.


Novo filme NAPO… riscos de saúde e segurança com que se confrontam os condutores profissionais





O último filme do Napo apresenta alguns dos riscos de saúde e segurança com que se confrontam os condutores profissionais.

Os acidentes rodoviários envolvendo motoristas no trabalho são um problema sério.

De uma forma lúdica, o filme analisa temas como a manutenção, as condições climatéricas adversas e a utilização de alternativas à condução quando adequado.

Salienta a importância de um planeamento e de uma boa preparação, incluindo a segurança no carregamento de mercadorias, o planeamento do itinerário mais eficiente e a questão de dispor de tempo suficiente para efetuar um trajeto de forma segura.




Ver também Napo em ... deslocações seguras  sobre o transporte no local de trabalho

Aceda ao guia eletrónico VeSafe : o balcão único para a segurança relacionada com veículos